Devocional · Semana Santa

Semana Santa: Traição

A traição é dolorosa.

Você já experimentou alguma traição? Como ela te afetou? Como ela ainda te afeta?

Em suas horas finais, Jesus experimentou dois golpes diferentes de traição.

Leia João 13:21-30;36-38

As duas situações são parecidas? Em que elas se diferenciam?

Sabendo que Jesus era inteiramente homem e Ele experimentou emoções reais, como você acha que a traição o afetou? Continue lendo “Semana Santa: Traição”

Anúncios
Devocional · Semana Santa

Semana Santa: Servir e Amar

A leitura de hoje nos leva uma outra mesa no qual Jesus passou um bom tempo com aqueles que amava.

Leia João 13:1-7 e observe a disposição de Jesus em servir Seus discípulos.

Jesus, o Filho de Deus e Redentor de toda a humanidade, humilhou a si mesmo e lavou 12 pés sujos. Eu não acho que ele levou em conta a sujeira daqueles pés. Ele sabia que aquela era a hora final com as pessoas que amava, e Ele precisava deixar uma última lição – apenas palavras não seriam suficientes naquele momento. Ele se abaixou e limpou toda a bagunça.

Releia João 13:15-17

Quem são as pessoas que você serve (ou deveria servir)? Companheiros de trabalho ou empregados? Crianças? Colegas de quarto ou seu cônjuge? Amigos? Vizinhos?

Qual o meio pelo qual, figurativamente falando, você poderia lavar os pés deles esta semana? Ou talvez você precise mesmo, literalmente, lavar os pés de alguém; quem seria tal pessoa?

Leia novamente João 13:34-35

Servir uns aos outros é o modo como podemos amar uns aos outros. De fato, Jesus disse que é assim que os outros saberão que somos cristãos. As outras pessoas sabem que você é cristão, um discípulo de Jesus?

A maneira como vejo muitos representando o Cristianismo nas mídias sociais é de partir o coração. Temos perdido nossa missão de servir e amar. Estamos mais preocupados em tentar moldar os que não são seguidores de Cristo conforme Sua imagem. Quando, ao invés disso, somos chamados a servir e amar, e não forçar os outros a se conformar com o que queremos.

Com uma abordagem para servir e amar, em vez de julgar, pode mudar o modo como os outros podem experimentar a Cristo?

Quão libertador é saber que não somos os responsáveis por mudar o mundo, ou salvar o mundo! Tudo o que fomos chamados para fazer é sermos humildes escolhendo servir e amar os outros.

Devocional · Semana Santa

Semana Santa: Adoração

Bem vindo à Semana Santa – que começa hoje com o Domingo de Ramos e onde vamos aprender nossa segunda lição em seguir a Cristo (o primeiro foi sacrificando o nosso melhor): adore-O.

Leia João 12:12-19

As multidões estavam maravilhadas com o que Jesus tinha feito com Lázaro. Achei interessante que ao invés de pedir a Ele por suas próprias curas, eles simplesmente adoraram. Em admiração ao que Ele fez, tudo que podiam fazer era adorá-Lo.

Se você estivesse na multidão aquele dia, o que acha que teria dado como resposta?

Imagino que muitos poderiam estar ali mas voltaram atrás, iPhones ao alto para tirar a selfie perfeita com Jesus passando, prontos para postar sobre ver @JesusCristo com a hashtag #hosana. Nós deveríamos também abrir nosso aplicativo muitas vezes para ver quem curtiu que vimos Jesus e se o próprio Jesus curtiu que nós marcamos Ele.

Nós perdemos a simplicidade de Jesus no caos das redes sociais. Nossa cultura reforça que muito sobre a vida, sim, até mesmo nosso relacionamento com Jesus, é sobre nós.

Essa multidão entendeu isso. Tudo é sobre Jesus.

Hosana era uma forma de louvor, mas também era uma palavra usada para falar sobre salvação, ajuda ou resgate – clamar por isso ou proclamar que está aqui.

Do que Deus te resgatou no passado?

Do que você está precisando que Deus te resgate hoje?

Hoje vamos terminar cantando uma versão moderna de Hosana.
Enquanto você canta deixe as palavras serem sua oração.
Enquanto você canta Hosana imagine do que Deus precisa te resgatar. 
Enquanto você canta Hosana, deixe ela ser uma oração de gratidão enquanto relembra do que Ele já te livrou.

Sim, Senhor nós te pedimos que Você, “Limpa o meu coração. Limpa os meus olhos para que eu possa ver. Com amor que tens por mim, te amo. Quero ser igual a Ti. Tudo o que sou é para o Teu louvor. Pois contigo vou viver para sempre. Hosana. Hosana. Hosana nas Alturas.”

Devocional · Semana Santa

Semana Santa: Sacrifício

Começamos hoje, no dia anterior ao Domingo de Ramos, quando a Semana Santa começa oficialmente, porque não podemos perder onde a história da Páscoa realmente inicia. As multidões, o burrinho, e as folhas de palmeira também deixam com frequência passar a história de Maria Madalena e seu sacrifício. Então começamos no Sábado e assim estamos prontos para o Domingo de Ramos.

Hoje começamos em um lugar bem mais humilde do que as multidões aplaudindo. Começamos em um lugar onde sentimos confortáveis em torno de uma mesa de jantar com amigos.

Leia João 12:1-8

Você lembra destes amigos de Jesus? Se não, um pequeno resumo: as irmãs de Lázaro não estavam muito felizes porque Jesus demoro para vir em seu socorro após receber aviso de que Lázaro estava doente, resultando na sua morte. Nós vimos Jesus aflito (João 11:35 diz que “Jesus chorou”) então fez um milagre – Ele ressuscitou Lázaro!

estes amigos estavam familiarizados com a morte, mas também com a ressurreição. as irmãs de Lázaro tinham acabado de ver seu irmão sair daquele túmulo vivo (João 11:44).
Viram o impossível tornar-se possível.

Neste jantar vemos Maria fazer algo incomum.
No versículo 3 lemos, “Então Maria pegou um frasco de nardo puro, que era um perfume caro, derramou-o sobre os pés de Jesus e os enxugou com os seus cabelos”

Este “perfume caro” não era como seus vidros de perfume ou colonia. Cada comentário ou estudo da Bíblia que tenho lido diz que valia um ano inteiro de salários.

Pense em quanto um ano inteiro de salário vale para você. Agora, pense em como seria preencher um cheque neste momento para Jesus com aquela quantia total.

Eu nem posso imaginar. eu luto para dar a Deus meu dízimo de 10% ou 30 minutos de tempo de manhã com Ele ou o louvor de domingo. Então, oferecer a renda de um ano inteiro. Não. Não consigo fazer isso.

Entretanto, é aqui onde a história da Páscoa começa – com uma mulher amiga de Jesus, que deu algo de valor (o nardo puro) e humilhou-se  lavando os pés Dele com seus cabelos. Cristo merece nosso tudo, nosso melhor.

Por que com frequência damos a Ele nossas sobras?

Termine o dia de hoje de joelhos, se puder.
Abra suas mãos para Jesus e confesse em que você tem se agarrado.
Peça por fé para ser mais generoso e vulnerável.
Implore por coragem para dar além do que você sabe ser possível.

Santos

18/02 – São Teotônio – Fundador da Nova Ordem dos Cônegos Regulares

Nascido em Ganfei, Portugal, no ano de 1082, São Teotônio recebeu uma ótima formação. Primeiramente, junto a um convento beneditino de Coimbra; depois, ao ser assumido por seu tio Crescêncio, Bispo de Coimbra, ele foi correspondendo à graça de Deus em sua vida. Com a morte do tio, dirigiu-se para Viseu, onde terminou seus estudos básicos e recebeu o dom da ordenação sacerdotal.

Homem de oração e penitência, centrado no mistério da Eucaristia, e peregrino, fez duas viagens à Terra Santa, que muito marcaram a sua história, até que os cônegos de Santo Agostinho pediram que ele ficasse ali como um dirigente, mas, em nome da obediência, ele não poderia fazê-lo, uma vez que já ocupava o cargo de prior da Sé de Viseu. No retorno, abriu mão deste serviço e se dedicou ainda mais à evangelização.

Continue lendo “18/02 – São Teotônio – Fundador da Nova Ordem dos Cônegos Regulares”

Santos

17/02 – Sete Santos Fundadores da Ordem dos Servitas

Interessante percebermos o contexto do surgimento desta ordem. No século XII e XIII, predominava uma burguesia anticristã na vivência, porque dizer que é cristão, que é católico, não é difícil, mas vivenciar e testemunhar o amor a Cristo, à Igreja e aos pobres, só com muito esforço e muita graça do Senhor. Continue lendo “17/02 – Sete Santos Fundadores da Ordem dos Servitas”

Santos

16/02 – Santo Onésimo – Discípulo de São Paulo

Resultado de imagem para santo onésimoBispo e mártir, Santo Onésimo teve em sua história São Paulo e também os amigos dele. O que se sabe concretamente sobre Onésimo está testemunhado na carta de São Paulo a Filémon que começa assim: “Paulo, prisioneiro e Jesus Cristo, e seu irmão Timóteo, a Filémon, nosso muito amado colaborador” (Filémon 1,1) Foi nessa missão de São Paulo que ele encontrou-se com um fugitivo escravo chamado Onésimo, cujo nome significa, em grego, útil.

Onésimo abandonou a casa de seu senhor, provavelmente levando os bens próprios deste. A partir do versículo 8, São Paulo, pede para seu amigo uma intercessão. “Por esse motivo, se bem que eu tenha plena autoridade em Cristo para prescrever-te o que é da tua obrigação, prefiro fazer apenas um apelo para a sua caridade. Eu, Paulo, idoso como estou e, agora, preso por Jesus Cristo, venho suplicar-te em favor deste meu filho que gerei na prisão: Onésimo” (Filémon 1, 8-10). Esta expressão de São Paulo, de gerar, significa evangelizar, cuidar; não apenas dar a conhecer a Cristo, mas acompanhar o crescimento do cristão. Continue lendo “16/02 – Santo Onésimo – Discípulo de São Paulo”